Prefeitura cancela bloco no Pepê após confusão no carnaval

Clippings /por

Perigo: foliões sobem em ônibus durante passagem de bloco pela Praia do Pepê – Reprodução / redes sociais

RIO – A Superintendência de Supervisão Regional da Barra da Tijuca, órgão da prefeitura do Rio, obteve nesta sexta-feira, junto à Riotur, o cancelamento das duas apresentações do bloco de carnaval Eu Sou normal, Mas o Côco é Loko, previstas para este fim de semana, na Praia do Pepê. A decisão foi motivada pelo excesso de reclamações e pelos problemas ocorridos nas apresentações de outros grupos que, durante o carnaval, chegaram a levar 100 mil foliões por dia ao local.

De acordo com o superintendente Thiago Barcellos, os problemas deixaram claro que a Praia do Pepê não tem infraestrutura para receber tanta gente ao mesmo tempo, e suas particularidades geográficas aumentam os transtornos.

— Tivemos brigas, gente subindo em carros e ônibus, além de saque nas Lojas Americanas da Avenida Olegário Maciel. Um caos completo. Apesar de haver muita gente, alguns restaurantes não abriram: os donos ficaram com medo de haver brigas e quebra-quebra. O que era para ser uma oportunidade se tornou uma ameaça. O Pepê fica na entrada da Barra e é mão única: a evacuação do público é difícil e o morador fica ilhado nessas condições — afirma.

No próximo carnaval, o superintendente garante que não dará autorizações para blocos se apresentarem ali. Ele ainda estuda alternativas para os foliões, e dois destinos parecem sair na frente.

— Temos a rua externa do Parque Olímpico e o início da Praia da Reserva, no trecho mais próximo à Avenida Ayrton Senna e ao Terminal Alvorada. Assim, as pessoas podem aproveitar o transporte público e deixar o carro de lado. São alternativas que precisam ser estudadas. Teremos tempo para isto e ouviremos mais moradores até lá — conclui.

As mudanças só afetam os blocos da Praia do Pepê. Assim, o É Pequeno, Mas Não Amolece, que se concentra neste sábado, às 15h, na Praça Professor Henrique Niremberg, no Recreio, está confirmado, assim como o Tô No Recreio Com a Confraria, que tem concentração marcada para as 10h de domingo, na Avenida Lúcio Costa, em frente ao Posto 10.

Fonte: O Globo