Com visto eletrônico, Brasil recebe 6,6 milhões de turistas estrangeiros em 2018

O Brasil recebeu em 2018 um total de 6.621.376 turistas estrangeiros em 2018, número que representa um crescimento de 0,5% em relação ao número registrado em 2017, retomando o patamar de 6,6 milhões alcançado em 2016, ano dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. O número, no entanto, acabou ficando abaixo das expectativas do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, que previa até 6,8 milhões de turistas.

Do total de visitantes, 715 mil vieram de Austrália, Canadá, Estados Unidos e Japão, países beneficiados com o visto eletrônico e que a partir de junho passarão a contar com a isenção de visto. Considerando somente os quatro emissores, o crescimento no fluxo de turistas foi de 15,7%. O incremento foi responsável por uma injeção de R$ 450 milhões na economia brasileira, de acordo com levantamento realizado pelo próprio Ministério do Turismo.

A expectativa da pasta é que a isenção de vista seja responsável por ampliar a margem de crescimento no número de estrangeiros já para este ano. “Vemos esses dados com felicidade e otimismo de que estamos tomando as medidas certas para que todo o potencial turístico brasileiro, reconhecido em todo o mundo, seja efetivamente concretizado. Assim, poderemos dar uma resposta efetiva aos milhares de brasileiros em busca de um emprego e que veem no turismo o caminho a seguir”, comentou o ministro do Turismo..

O Canadá foi o país que apresentou o maior crescimento, passando de 48.951 visitantes em 2017 para 71.160 em 2018 – alta de 45,4% – seguido da Austrália com um incremento de 24,7%, um salto de 33.862 para 42.235. Também foi registrado aumento na estrada de turistas americanos (13,3%) saindo de 475.232 para 538.532 e também nos viajantes japoneses: 60.342 para 63.708 (5,6%).

ISENÇÃO AUMENTA PROCURA POR BRASIL
Menos de uma semana após o anúncio da isenção, o Kayak confirmou o impacto positivo da medida. Segundo levantamento do portal, desde a divulgação da medida, australianos, canadenses, japoneses e norte-americanos reforçaram buscas por passagens aéreas para o país. A maior alta foi registrada na Austrália (36%), seguida de Estados Unidos (31%), Canadá (19%) e Japão (4%).

Fonte: Mercado & Eventos

Foto: Pedro Kirilos/ Riotur

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco + onze =