SindHotéis Rio lança Banco de Currículos no Salão de Turismo

 

Estudantes e profissionais que prestigiarem o Salão Estadual de Turismo do Rio terão uma excelente oportunidade de se inserir ou se recolocar no mercado da hotelaria. É que o SindHotéis Rio (Hotéis Rio), representante dos meios de hospedagens do município, lançará, na abertura do evento, dia 22 de agosto, seu novo projeto: o Banco de Currículos (https://hoteisrio.com.br/oportunidades).

Trabalhando lado a lado com as equipes gerenciais, comerciais e de recrutamento e seleção no levantamento das principais vantagens competitivas e, também, dos principais gargalos da operação, Hotéis Rio entende que contratar, capacitar e fidelizar mão de obra especializada é um grande desafio para as equipes de Recursos Humanos.

A hotelaria é um dos maiores geradores de empregos do setor. Além de mais de 40 mil postos de trabalhos fixos diretos e até 120 mil indiretos, em cerca de 80 funções dentro da operação hoteleira, o setor chega a impactar mais de 500 setores da economia.

Essa foi a motivação do Banco de Currículos, onde os interessados poderão se cadastrar e colocar seus currículos à disposição para vagas em aberto e futuras oportunidades. As vagas serão disponibilizadas pelos empreendimentos hoteleiros associados a partir do banco do Hotéis Rio.

A estimativa do Hotéis Rio é de que cada quarto de hotel gere cerca de 4 empregos, sendo um direto e 3 indiretos. Na alta temporada, o índice de contratações tem incremento na ordem de até 20%.

“Temos orgulhosamente a rede hoteleira mais moderna do país, por isso achamos oportuno aproveitar a grande visibilidade e relevância do Salão Estadual de Turismo, retornando este ano ao calendário do trade, para lançar o Banco de Currículos do Hotéis Rio. Nosso objetivo é encurtar o caminho entre os hotéis e os candidatos, além de otimizar o trabalho das equipes de Recursos Humanos”, explica o presidente do SindHotéis Rio, Alfredo Lopes.

O Salão Estadual do Turismo acontece entre os dias 22 e 25 de agosto, no Armazém 2 do Píer Mauá.

Foto: Freepic

Salão do Turismo proporciona aperfeiçoamento profissional

“Espaço do Conhecimento” vai debater temas fundamentais para os estudantes e profissionais da área turística

 

O Salão Estadual do Turismo oferecerá várias experiências durante os quatro dias de sua realização. De 22 a 25 de agosto, o Armazém 2 do Pier Mauá, se transformará em uma grande feira de turismo onde profissionais do turismo, estudantes, turistas, empresários e público em geral poderão descobrir a enorme diversidade de atrativos oferecidos pelas 92 cidades do Estado do Rio de Janeiro.

O “Espaço do Conhecimento”, que terá curadoria da Setur, Sesc, Sebrae e Senac, será um local importante para profissionais do segmento turístico e estudantes. No local, composto por um auditório com 200 lugares, acontecerão 18 palestras. A primeira apresentação será de Otavio Leite, secretário de estado de Turismo, que fará a abertura oficial do Salão do Turismo.

– O Salão do Turismo é um evento amplo, onde os profissionais do trade turístico terão a oportunidade de conhecer as novidades ofertadas pelos municípios do interior, estreitar laços com os gestores municipais e participar de palestras com conteúdo fundamental para o sempre bem-vindo aperfeiçoamento profissional – diz o Secretário.

Entre os assuntos que serão abordados, no “Espaço do Conhecimento”, estão: “Marketing de Conteúdo Aplicado ao Turismo”, “Tendências de mercado no setor de Turismo” e “Airbnb x Hotelaria Tradicional”. Serão apresentados, ainda, painéis sobre turismo étnico ecológico, turismo de experiência e turismo ecológico. O tema “Turismo, cidade e mobilidade: um olhar sobre o Rio de Janeiro” discutirá as recentes mudanças de infraestrutura e mobilidade no Rio de Janeiro e alguns dos efeitos para moradores e turistas.

Todas as palestras, assim como a entrada para o Salão Estadual do Turismo, são gratuitas. Para participar do “Espaço do Conhecimento” basta se dirigir à entrada do auditório e informar a conferência que deseja assistir. A inscrição será realizada na hora, dependendo da existência de vagas. A programação completa poderá ser conferida através das nossas redes sociais.

 

Fonte: Ascom Setur/TurisRio
Foto: Imagem ilustrativa de divulgação do evento

Salão Estadual de Turismo do Rio de Janeiro acontecerá de 22 a 25 de agosto

 

O Armazém 2 do Píer Mauá será o palco do Salão Estadual de Turismo do Rio de Janeiro, que acontecerá entre os dias 22 e 25 deste mês. Atrativos turísticos, artesanato, produtos típicos, dança, música e muito mais de todos os municípios do interior do Estado poderão ser conferidos com apenas uma visita. O evento será realizado pela Secretaria de Estado de Turismo, em sinergia ao Rio Gastronomia.

O último Salão Estadual de Turismo aconteceu em 2013. Em 2015, Nilo Sérgio Felix, na época secretário de Turismo do RJ, até quis retomar o evento, que aconteceria no Palácio Quintandinha, mas só agora, seis anos depois, que o Salão está de volta. Otavio Leite, atual secretário de Estado de Turismo do Rio de Janeiro, ressalta que o Estado do Rio tem vocações múltiplas para ter de volta o evento.

“O Salão Estadual do Turismo é um esforço concentrado num ambiente bem lúdico. É uma organização que há mais de 8 anos não acontecia, que nos dará a oportunidade de termos, num mesmo lugar, a presença de todos os setores de regiões importantes, apresentando suas atrações, mostrando os pacotes que podem ser consumidos, enfim, movimentando o turismo para o consumidor da Capital e do interior. Será uma grande festa onde o público vai poder conhecer as maravilhas do interior do Estado do Rio de Janeiro”, disse.

São também metas do evento o estímulo à ampliação da oferta turística fluminense e a integração de ações entre os setores público e privado. Outro objetivo será despertar o público visitante para as diversas alternativas que o estado apresenta no turismo, valorizando a riqueza dos segmentos, identidades e peculiaridades regionais.

A feira será um importante canal de divulgação dos atrativos turísticos do Estado. O evento contará com área de encantamento, onde os visitantes poderão conhecer os atrativos turísticos; balcões das regiões turísticas em que o público poderá conhecer mais detalhes; local para comercialização, ao lado de empresários do turismo e artesões; o “núcleo do conhecimento”, no auditório onde haverá um ciclo de palestras durante os quatro dias de evento; no palco, as apresentações culturais; e no telão de led serão exibidos vídeos e fotos das cidades do interior.

O Salão tem como público alvo profissionais do setor, jornalistas especializados no segmento, estudantes, turistas e a população em geral. A estrutura montada para o evento ocupará uma área de 3,5 mil metros quadrados e a entrada é gratuita. Jornalistas e influenciadores podem se credenciar através do e-mail ascomturismorj@gmail.com.

 

Fonte: Mercado&Eventos
Foto: Imagem ilustrativa de divulgação do evento

Rock In Rio deve incrementar em até 50% a ocupação hoteleira da capital

O Rock In Rio promete incrementar em até 50% a ocupação hoteleira na capital fluminense nos dois finais de semana do evento, segundo 15levantamento dos Hotéis Rio. A expectativa é de que nas próximas semanas a ocupação chegue perto dos 80% para o período, com alguns bairros, como a Barra da Tijuca, com uma maior demanda concentrada. Alguns hotéis já estão inclusive lotados para as datas.

Muitos são credenciados como “hotéis oficial do Rock In Rio”, como é o caso do Grand Hyatt, C Design Hotel, Vogue Square, Hilton, Arena, Windsor, entre outros. E o festival já se consolidou no calendário de eventos da cidade, movimentando toda a cadeia do turismo receptivo. Segundo os organizadores, 700 mil pessoas deverão prestigiar o festival, sendo 40% de fluminenses. De outros estados, São Paulo, Minas e Brasília são maioria.

 

Fonte: Mercado & Eventos

Foto de capa: Site/Rock in Rio

Ilha Grande e Paraty recebem título de Patrimônio Mundial da Unesco

 

No início de julho, Ilha Grande e Paraty, localizados na Costa Verde do Rio de Janeiro e de grande interesse turístico, foram reconhecidas como Patrimônio Mundial da Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura). O título foi anunciado durante o Comitê do Patrimônio Mundial da Unesco, em Baku, no Azerbaijão. Essa é a primeira vez que o Brasil tem um sítio misto reconhecido por sua cultura e natureza.

“O título só evidencia o que todo mundo já sabia: a região tem cultura e natureza ímpar, que merecem todo mérito e atenção por parte dos visitantes, moradores e poder público. Mas sem dúvida essa chancela é motivo de enorme orgulho. Temos certeza que fortalecerá a Costa Verde Fluminense, não somente fomentando a promoção turística da região, como também motivando políticas de incentivo ao turismo e à proteção ambiental nessa região”, comemorou o presidente da ABIH-RJ, Alfredo Lopes.

As concessões aos municípios de Paraty e Angra dos Reis vêm fortalecer ainda mais a atividade turística no estado e evidenciar ao mundo as belezas naturais brasileiras. Em Paraty, os turistas dispõem de um importante acervo arquitetônico e ricas paisagens com belezas naturais. Em seu Centro histórico há cerca de quatro áreas de conservação ambiental, que abrangem o Parque Nacional da Serra da Bocaina, o Parque Estadual da Ilha Grande, a Reserva Biológica Estadual da Praia do Sul e a Área de Proteção Ambiental de Cairuçu, um território de quase 149 mil hectares. Já na Ilha Grande, em Angra dos Reis, representa um território preservado que abriga um sistema de comunidades tradicionais, onde se misturam cultura e biodiversidade.

De acordo com a Unesco, os sítios do Patrimônio Mundial Natural protegem áreas consideradas excepcionais do ponto de vista da diversidade biológica e paisagem, e geram uma importante fonte de renda oriunda do desenvolvimento do ecoturismo.

Em tempo: Na cidade de Paraty, a tradicional Feira Literária incrementou a ocupação hoteleira. Todos os empreendimentos formais de hospedagem trabalharam com ocupação bem próxima dos 100%.

 

Foto: Divulgação TurisRio

Salas VIP do Galeão (RJ) passam a receber casamentos

Noivos cortam bolo em casamento realizado no Galeão (RJ). Foto: Divulgação

 

A partir de agora, é possível se casar no Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro. O novo serviço passou a ser oferecido pelo Plaza Premium Lounge (PPL), dona de lounges VIP tanto no embarque doméstico como internacional. O objetivo da empresa é fomentar o segmento destination wedding, permitindo que os noivos casem em outro destino que não seja o seu de origem.

De acordo com o PPL, os espaços possuem um clima romântico, com decoração temática de casamento, e buscam oferecer mais privacidade e tranquilidade aos participantes, que podem usufruir de cocktails, espumantes, pratos especiais e souvenires. As novas salas têm capacidade para até 25 convidados no embarque doméstico e oito no internacional.

“Sempre desejamos que os clientes iniciem suas viagens de modo prazeroso conosco, por isso, buscamos inovar cada vez mais. O PPL quer fazer parte dos momentos especiais vivenciados pelo nosso público, e a aposta da vez são os casais que escolhem o Rio para essa celebração. Buscamos sempre surpreender nossos visitantes com serviços especiais e experiências inéditas. A necessidade do público é ilimitada, assim como a nossa criatividade também”, comentou a gerente de vendas e marketing do Plaza Premium Lounge, Marcia Peixoto.

Os valores das salas Plaza Premium Lounge Rio Destination Wedding podem ser consultados pelo telefone (21) 3398-2758 ou pelo e-mail brazil@plaza-network.com. A reserva deve ser realizada com até uma semana de antecedência da viagem. O horário de funcionamento é das 6h às 22h no embarque doméstico e das 7h às 23h no internacional.

 

Fonte: Mercado & Eventos
Foto: Divulgação

Projeto Baixada Verde começa a tomar forma

 

O estado do Rio de Janeiro possui hoje uma região diferenciada com muitos atrativos, chamada Baixada Verde.

Após um intenso trabalho de pesquisa, mapeamento das belezas naturais e atrativos turísticos, dez municípios da baixada fluminense se uniram para lançar este projeto, com o objetivo de explorar o potencial turístico de cada localidade, ainda pouco explorados pelos viajantes.

Este projeto surgiu há 2 anos, em uma reunião do Fórum Estadual de Secretários de Turismo, e foi, aos poucos, conquistando adesão do estado, prefeituras e do empresariado.

Através de uma parceria com a Universidade Federal Rural Fluminense, do Campus Nova Iguaçu, viabilizou o inventário dos atrativos desta região. A lista inclui mirantes, cachoeiras, áreas para esportes de aventura e até regiões de interesse geológico.

Duque de Caxias, Nova Iguaçu, Magé, Mesquita, Nilópolis, São João de Meriti, Guapimirim, Japeri e Seropédica estão entre os municípios contemplados, que precisam vencer o estigma da falta de infraestrutura e de violência.

A Secretaria Estadual de Turismo trabalha no plano estratégico do projeto, e conta com a articulação dos municípios, que estão se organizando para aplicar recursos do Ministério do Turismo neste movimento.

No dia 12 de julho, o presidente da ABH-RJ Alfredo Lopes participou de reunião realizada no Novotel Nova Iguaçu, juntamente com a presidente do sindicato de Hotéis, Bares e Restaurantes de Nova Iguaçu Sra. Mirian para tratar de um plano estratégico de divulgação e comercialização dos atrativos levantados no diagnóstico feito da Baixada Verde. Agora com a casa arrumada, está na hora de arregaçar as mangas empacotar o produto lançando no mercado de forma organizada e sustentável. Guias de turismo e agencias de receptivo locais serão envolvidas na segunda etapa deste projeto, além de pedido que serão feitos referente a sinalização turística de cada atração e acessos as regiões.

Foto: ABIH-RJ

Fórum de Desenvolvimento do Rio completa 16 anos

 

Criado pela ALERJ para conectar iniciativas, promover debates e motivar uma agenda comum que reúna academia, sociedade civil organizada e o parlamento fluminense, o Fórum de Desenvolvimento do Rio está completando 16 anos.

O Fórum é composto por 53 instituições e tem como foco a promoção do desenvolvimento econômico, social e ambiental do estado do Rio a partir de um diálogo franco, transparente e aberto a todos que queiram participar das reuniões das câmaras setoriais e eventos.

A ABIH-RJ tem uma participação ativa no fórum, e acompanha as reuniões periódicas que debatem os mais variados temas que impactam na atividade do turismo, pois acredita que a inserção da sociedade civil organizada no debate, através das lideranças de importantes setores da economia do estado, é de fundamental importância para o desenvolvimento econômico fluminense.

Nestes 16 anos, o Fórum Permanente demonstrou força e gerou oportunidades para este debate, sensibilizando os parlamentares sobre as características de cada área empresarial.

“Reconhecemos que o Fórum Permanente é um espaço democrático e efetivo para este diálogo. Para que o setor cresça, iniciativa privada e poder público precisam atuar em conjunto, buscando o fortalecimento das atividades produtivas e o incremento do mercado formal de empregos. A Associação de Hotéis do Estado do Rio se orgulha de integrar este grupo, que reforça nosso compromisso de lutar por um Rio de Janeiro social e economicamente equilibrado e reconhecido por seus atrativos incomparáveis e faço votos de muito sucesso”, parabenizou o presidente Alfredo Lopes.

 

Foto: ABIH-RJ

 

Valéria Leal promove curso de Capacitação e Desenvolvimento

 

Com foco total no treinamento dos colaboradores da hotelaria carioca, o SindHotéis Rio oferece um curso de Capacitação & Desenvolvimento, ministrado por Valeria Leal, da empresa VLealRH. As inscrições já estão abertas para a segunda turma e o ciclo de treinamentos ocorrerá nos dias 6, 13, 20 e 27 de agosto, das 9h30 às 13h30, no Hotel PortoBay Rio Internacional.

O principal objetivo do curso é trazer para os gestores e empreendedores as principais práticas de administração de pessoal e gestão de pessoas, cumprindo as obrigações trabalhistas. O tema do curso será ‘O papel da gestão operacional na administração de pessoal – Rotinas de trabalho’.

O conteúdo programático contará com diversas abordagens: o papel do gestor na administração dos negócios associados à rotina e legislação trabalhista; a CLT e suas obrigações (consequências do não-atendimento às rotinas trabalhistas); e como adequar as rotinas trabalhistas à administração do negócio.

O investimento total para o Curso de Capacitação & Desenvolvimento será de R$ 450 (para associados) e R$ 650 (não associados). As inscrições devem ser realizadas até o dia 30 de julho. Os hotéis que inscreverem mais de um funcionário contarão com condições especiais. Mais informações de como se inscrever e detalhes no link https://hoteisrio.com.br/cursos

À frente do treinamento está Valeria Leal, profissional com mais de 25 anos de mercado na área de Recursos Humanos, e atuação em diversos setores de grandes empresas, entre as quais as redes Sheraton e Pestana. Durante anos, a executiva contribuiu como representante voluntária no Fórum de RH da Hotéis Rio. Valeria Leal dirige a VLeal RH, empresa que tem como objetivo assessorar gestores nas boas práticas e soluções na área de Gestão de Pessoas, com foco nos resultados e expansão da empresa.

O Hotel PortoBay Rio Internacional fica na Avenida Atlântica, 1.500, em Copacabana.

Ocupação hoteleira no Rio cresce mais de 20% em julho

A ocupação hoteleira na cidade do Rio de Janeiro alcançou os 68% de média nesta segunda quinzena de julho. O número é significativamente maior (23%) que o registrado no mesmo período do ano passado, quando a capital teve 45% dos quartos ocupados, de acordo com levantamento realizado pela SindHotéis Rio.

A procedência dos hóspedes é 79% nacional, tendo São Paulo e Minas entre os principais emissores. Entre os estrangeiros a maior frequência é de argentinos, chilenos e norte-americanos. Copacabana/Leme foi o bairro mais demandado pelas famílias (70%), seguido por Ipanema/Leblon (68%) e Flamengo/Botafogo (66%). Barra da Tijuca/São Conrado e Centro ocupam a mesma posição no ranking, com 65% dos quartos ocupados.

No interior do estado, cerca de 63,92% dos quartos já estão ocupados, um número também superior aos 61,64% registrados em 2018. Cantagalo e Paraty lideram entre os destinos mais procurados, com ocupação superior a 90%. Vale do Café registra média de 77,50%. Búzios registra 75% de reservas. Friburgo 70% e Petrópolis 60%. Os dados de interior são da ABIH-RJ.

 

Fonte: Mercado & Eventos

Foto de capa: Pedro Kirilos /Riotur